Processos de eletrização resumo-Atrito,contato e indução

Publicado em 27 de dezembro de 2012

Conheça um pouco mais a respeito de cada um desses processos de eletrização de forma resumida e bastante clara, que com certeza ajudará a fixar ainda mais seus conhecimentos sobre o assunto.





Como no artigo anterior aprendemos um pouco mais a respeito dos condutores e isolantes, nesta página vamos trata a respeito dos processos de eletrização, que podem se dar de várias maneiras, sendo que os mais comuns são:

Por atrito;
Por contato;
Por indução;

Eletrização por atrito

Quando falamos em eletrização por atrito(também conhecida como fricção ou triboeletrização), é importante lembrar que existirá o contato direto de dois corpos, que devem ser feitos de materiais diferentes.

Neste caso haverá um “doador” de elétrons que irá ficar com carga positiva e um “receptor” de elétrons que irá ganhar carga negativa.

Eletrização por contato

Para que a eletrização aconteça, existe a necessidade do contato entre os corpos condutores, e neste caso, obrigatoriamente um dos corpos deve estar carregado eletricamente.

Para melhor entendimento desse processo, imagine um corpo neutro(B) entrando em contato com um corpo carregado eletricamente com cargas positivas(A), conforme figura abaixo:
eletrizacao por contato
Estando o corpo A eletrizado positivamente, e o corpo B estando neutro, ao entrarem em contato, o corpo A atrai os elétrons livres de B.

Agora A continua positivo, porém com uma carga menor, e B que estava neutro agora passa a ficar eletrizado positivamente.

Em resumo:
A quantidade de carga positiva adquirida pelo corpo B, corresponde a quantidade de carga negativa que ele perdeu para A.

E o mesmo vale para o corpo A, ou seja, a quantidade de cargas positivas perdidas por A, equivale a quantidade de carga positiva ganha por B.

Uma vez que esse é o princípio da conservação das cargas elétricas, onde diz que a quantidade de cargas elétricas antes do contato entre os corpos deve ser igual à quantidade de cargas elétricas depois do contato.

Caso os corpos A e B tivessem dimensões idênticas, logo após o contato ele ficariam com a mesma quantidade de carga elétrica.

Eletrização por indução

No caso da eletrização por indução, diferentemente do que acontece na eletrização por atrito ou contato, os corpos não precisam entrar em contato um com o outro, por isso o nome indução.

Para exemplificar, imagine dois corpos, sendo que o corpo A esta carregado positivamente e um corpo B neutro, ao aproximar-se o corpo A positivo do corpo B neutro, existe uma separação das cargas no corpo B, uma vez que os elétrons livres de B são atraídos por A, conforme imagem abaixo:
eletrizacao por inducao

Ainda com o indutor(corpo A) próximo, liga-se o o induzido(corpo B) a terra, como a terra é neutra, existe a neutralização da carga positiva do corpo B(elétrons sobem da terra), ao desfazer a ligação com a terra e na sequencia afastar o indutor(corpo A), o corpo B que antes era neutro acaba ficando com carga negativa, conforme imagem abaixo:
eletrizacao por inducao 2

Exemplo de eletrização por indução: Com certeza quando criança, você já brincou de passar um pente de no cabelo e logo após aproxima-lo de pequenos pedaços de papel, para perceber que os papeis acabavam se mexendo sem que exista o contato entre o pente e os pedaços de papeis, neste caso aconteceu uma indução eletrostática.

Outro exemplo interessante da eletrização por indução são os raios.





Navegue:
Aprenda também:

2 Comentarios para o post: Processos de eletrização resumo-Atrito,contato e indução

  1. tres objetos identicos estao alinhados no vacuo,conforme figura abAixo ,suas cargas eletricas sao iguais. entre A e B ha uma força eletrica de intensidade 8n . A intensidade da força eletrica resultante noobjeto C é

    A———2D——–B——-D———C

  2. MARCELINO on maio 22nd, 2013
  3. agradesso bastaste

  4. sanito salimo amisse on agosto 14th, 2013

Deixe seu comentario e agregue mais valor para esse artigo!

Siga no Google+

Acompanhe nosso canal no YouTube

Receba atualizações gratuitamente via e-mail

Curta no Facebook:

Siga no Twitter